Filme retrata com riqueza de detalhes a apresentação que Bruce Dickinson fez com sua banda solo em Sarajevo em 1994, em pleno cerco da Guerra da Bósnia

Na época de "Scream For Me Sarajevo", Bruce Disckinson divulgava "Balls to Picasso", seu segundo álbum solo | Foto: divulgação
Na época de "Scream For Me Sarajevo", Bruce Disckinson divulgava "Balls to Picasso", seu segundo álbum solo | Foto: divulgação

“Scream For Me Sarajevo”, documentário que conta a história de um show feito pelo cantor Bruce Dickinson (Iron Maiden) na cidade de Sarajevo, capital da Bósnia e Herzegovina, em 1994, auge do cerco de Sarajevo durante a Guerra da Bósnia, já tem data de estreia na América do Norte.

Anteriormente com exibição programada em cinemas seletos do Reino Unido a partir de 17 de abril, agora o documentário será lançado em salas dos Estados Unidos e Canadá no dia 10 de maio. O anúncio foi feito hoje pela CineLife Entertainment, divisão de cinema de eventos da Spotlight Cinema Networks, e pela Eagle Rock Entertainment, produtora e distribuidora de filmes musicais.

“Scream For Me Sarajevo” narra a primeira vez de Bruce Dickinson em Sarajevo, numa ocasição em que a cidade foi desligada do mundo. Seus cidadãos foram brutalmente aterrorizados por disparos, bombardeios e fome, com eletricidade e abastecimento de água sendo nada menos que um luxo. O vocalista, na época em carreira solo, e sua banda passaram pela linha de frente e, finalmente, fizeram um show para as pessoas presas na cidade. O que esse show significou para as pessoas e como isso mudou Bruce e sua banda, são coisas contadas “Scream For Me Sarajevo”.

Apresentando imagens do show histórico, o filme também aborda os que fizeram o show acontecer, determinados a continuarem vivendo suas vidas, apesar das atrocidades acontecendo em torno deles. As entrevistas com a banda, a equipe e a segurança trouxeram à tona a realidade da situação, que não era apenas perigosa, era bárbara.

“Foi um daqueles momentos que realmente transformaram minha vida”, comentou Bruce Dickinson recentemente em entrevista ao ROCKARAMA. “Acho que mudaram mais ainda para aqueles que viram o show. Fiquei muito emocionado por estarem fazendo esse documentário. Não tinha a menor ideia de que isso estava rolando até alguém chegar até mim no pub que eu frequento e dizer: ‘Oi, eu sou de Sarajevo e tenho um filme para lhe mostrar.’ Não entendi nada.”

E o vocalista ficou impressionado com os registros: “Eles mostraram imagens do caminhão antigo que usamos para subir a montanha e cruzar uma zona de guerra. Estava tendo uma batalha poucos minutos antes de passarmos por ali. Enfim, a questão é que entrevistaram os garotos, que hoje, 20 anos depois, não são mais garotos. E eram histórias de depravação e de como era viver em uma cidade que ficou sitiada por mais tempo que a batalha de Stalingrado (N.T.: a batalha de Stalingrado, durante a Segunda Guerra Mundial, durou de 17 de julho de 1942 a 2 de fevereiro de 1943). E isso foi em uma parte da Europa Ocidental, onde tudo é supostamente civilizado e essas coisas não acontecem. Bem, aconteceram e ainda acontecem, ainda há pessoas sendo presas por lá.”

Confira a entrevista completa:
– Bruce Dickinson: os vários botões interessantes de uma vida

Assista ao trailer de “Scream For Me Sarajevo”:

Últimas notícias

SIGA O ROCKARAMA

36,532FãsCurtir
2,752SeguidoresSeguir
309SeguidoresSeguir

Leia também

Comentários

comentários