“Psychosis”, novo álbum do Cavalera Conspiracy, já tem data de lançamento

Max Cavalera diz que novo álbum do Cavalera Conspiracy irá agradar aos fãs do “Beneath the Remains” e “Arise”, além de possuir uma música com influências fortes de “Roots”

Iggor e Max Cavalera, juntos pelo Cavalera Conspiracy | Foto: divulgação
Iggor e Max Cavalera, juntos pelo Cavalera Conspiracy | Foto: divulgação

O Cavalera Conspiracy, banda liderada pelos irmãos Max Cavalera (vocal e guitarra – Soulfly, ex- Sepultura) e Igor Cavalera (bateria – ex-Sepultura), lançará o quarto álbum de estúdio, “Psychosis”, no dia 17 de novembro, pela Napalm Records. O trabalho foi produzido por Arthur Rizk, gravado em um estúdio em Phoenix, Arizona (EUA).

“O álbum agora está terminado. Foi produzido por Arthur Rizk, nosso amigo e um ótimo produtor do undergroud”, comentou Max ao Metal Wani. “E ele fez um excelente trabalho. Adoro o álbum. São nove musicas. Uma música com Justin Broadrick, do Godflesh, bem no estilo Nailbomb, Godflesh e Cavalera. O resto é toda pura loucura thrash metal. Nós terminamos a masterização há alguns dias, ao lado do Joel Grind, do Toxic Holocaust, e está demais. Penso que muitas pessoas vão se surpreender quando ouvirem o material. É, para mim, o melhor de todos os álbuns do Cavalera Conspiracy, o meu favorito. E tem a mesma intensidade e energia das coisas antigas como ‘Beneath the Remains’ e ‘Arise’. Então, muitas pessoas ficarão felizes.”

Perguntado se o “Roots”, álbum do Sepultura que celebrou 20 anos e foi tocado na íntegra pelos irmãos em turnê recente, influenciou o novo material, Max disse que sim. “A música ‘Psychosis’ é muito tribal. Algumas das gravações foram feitas por Igor em Uganda, na África. Igor foi lá por uma coisa que ele fez com sua esposa, para ajudar pessoas de Uganda, uma coisa humanitária. E ele gravou um monte de sons legais quando ele estava na África. Então, criamos esse tipo de… algo quase como um voodoo, um ambiental de tribal real… Poderia ter sido em ‘Roots’; essa música poderia estar naquele álbum. Ela tem uma mistura muito legal com a percussão e guitarras mais melódicas, até meio prog rock. É meio diferente das demais no álbum, mas é muito legal. Definitivamente influenciada por ‘Roots’.”

Banner Burn Artworks

Últimas notícias

SIGA O ROCKARAMA

34,693FãsCurtir
9,880SeguidoresSeguir
462SeguidoresSeguir

Leia também

Comentários

comentários