Lançado trailer teaser de “Star Wars: Os Últimos Jedi”: e está lotado de referências

54

Trailer teaser de “Star Wars: Os Últimos Jedi” traz referências clássicas à trilogia original

Logo original de "Star Wars: Os Últimos Jedi"
Logo original de "Star Wars: Os Últimos Jedi"

O trailer teaser de “Star Wars: Os Últimos Jedi” (tradução oficial no Brasil para “Star Wars: The Last Jedi”) foi lançado hoje mais cedo durante a Star Wars Celebration. Saciou, assim, parte da imensa expectativa deste oitavo episódio da saga, que já nasceu polêmico, desde o anúncio do título e cor vermelha do logotipo.

Ninguém espera menos do que algo fantástico quando se fala da franquia. Fãs e admiradores já sabem que cada teaser ou trailer é uma pequena obra-prima em se tratando edição, fotografia, trilha sonora e ritmo. Esta prévia não poderia deixar de chegar repleta de referências, e foi o que aconteceu. Vamos a algumas delas. E para quem ainda não assistiu o episódio anterior, “Star Wars: O Despertar da Força”, alerta para spoilers abaixo!

O trailer de “Os Últimos Jedi” abre com a heroína, Rey (Daisy Ridley), assustada, ofegante, exatamente como se deu no teaser oficial de “O Despertar da Força”, mas com o herói Finn (John Boyega). Em seguida, fica óbvio que a protagonista está na ilha onde encontrou Luke Skywalker (Mark Hamill), no final do filme anterior.

Temos, então, a voz ‘em off’ de Luke, orientando Rey. Aquilo que todos já esperavam, de fato acontece: ele certamente torna-se mestre de Rey nos caminhos da Força. E instruindo Rey, falando para que se concentre. A forma como ele faz isso, calmo, sereno, remete ao sábio Yoda, reverenciado mestre Jedi, responsável pelo treinamento de Luke na trilogia original.

Conforme Rey responde a Luke sobre o que vê e sente, o trailer corta para uma cena da General Leia Organa (a saudosa Carrie Fisher) e, ouve-se, ao fundo de tudo (por volta dos 47 segundos), a voz dela, num trecho cortado de uma fala clássica da personagem. O fragmento é “Help me, Obi-Wan…” (“Ajude-me, Obi-Wan…”), pedaço de “Help me, Obi-Wan Kenobi; you’re my only hope” (“Ajude-me Obi-Wan Kenobi, você é minha única esperança”), uma das frases mais importantes “de Star Wars: Episódio IV – Uma Nova Esperança”. Essa referência sozinha talvez valha metade da emoção do trailer… se não fosse pelas seguintes, que ficam em pé de igualdade.

Quando a cena com a imagem de Leia desaparece deixando para trás suas palavras, surge o elmo – aparentemente – de Kylo Ren, destruído, ao som da respiração artificial de Darth Vader e ao fundo pode-se ouvir (aos 53 segundos): “Seduced by the dark side…” (“Seduzido pelo lado negro…”), uma fala clássica do Mestre Obi-Wan Kenobi, presente também em “Star Wars: Episódio IV – Uma Nova Esperança” ao se referir a Anakyn Skywalker com o próprio Luke. Estaria o neto de Vader mudando a vestimenta? É clara a adoração dele pelo antepassado em “O Despertar da Força”.

Para não sermos injustos, não deixemos de citar uma terceira “fala fantasma”, próxima aos 59 segundos: “…surrounds us… binds us…”, (“… nos cerca… nos une…”). Talvez seja a parte mais etérea e inaudível, além de ser a mais fragmentada. Completa: “Its energy surrounds us and binds us” (“Sua energia nos cerca… e nos une.”). Sim, a a voz e a sabedoria do Mestre Yoda também nos agraciam no trailer de “Os Últimos Jedi”.

Vemos também um documento sendo tocado por alguém, este parecendo se tratar do símbolo da Ordem Jedi, mesmo que com um ligeira variação. Não por um acaso, o mesmo está replicado no poster oficial divulgado. E neste uma referência dupla: o sabre de luz empunhado por Rey, além de replicar o símbolo Jedi, remete à pose de Luke no poster original dos anos 70, quando o mesmo era um dos protagonistas.

De resto, temos a Millenium Falcon em ação (isso faz com que tenhamos ideias variadas na cabeça, não?); imagens de Poe, Finn (ainda se recuperando dos ferimentos do filme anterior) e BB-8: cenas de combate; e Kylo Ren também retornando. E, apenas para deixar os fãs irrequietos, a última fala do trailer, que não é referência, mas vem do mais recente (e pelo visto único) Mestre Jedi, Luke Skywalker: “Eu só tenho uma certeza. Os Jedi têm que acabar.” – apesar de que a tradução fiel também teria ficado ótima: “Eu conheço apenas uma verdade.”

Em 2017, a franquia Star Wars completa 40 anos. Ao que tudo indica, “Star Wars: Os Últimos Jedi”, tem tudo para honrar o legado que começou em 1977. O novo longa estreará no Brasil em 14 de dezembro próximo.

Pôster original de Logo original de "Star Wars: Os Últimos Jedi"

Últimas notícias

Leia também

SE INSCREVA NA NOSSA NEWSLETTER E SAIBA DE TUDO O QUE ACONTECE NO ROCKARAMA
* nós não compartilharemos seu email com ninguém

Comentários

comentários