Shows de despedida do Slayer pela Europa terão Anthrax, Obituary e Lamb of God

Apresentações acontecem entre os meses de novembro e dezembro

Despedida do Slayer é uma triste realidade para o fã | Foto: Martin Häussler
Despedida do Slayer é uma triste realidade para o fã | Foto: Martin Häussler

A turnê de despedida do Slayer pela Europa acontecerá a partir de novembro deste ano, tendo como bandas de apoio Anthrax, Obituary e Lamb of God.

Os ingressos para a parte alemã da turnê estarão à venda a partir da próxima, quinta-feira, 17 de maio, enquanto no dia seguinte começam a ser comercializados os shows no Reino Unido.

A turnê europeia de despedida do Slayer com Anthrax, Obituary e Lamb of God terá as seguintes datas:

01 de novembro – Dublin (Irlanda) – 3Arena
03 de novembro – Londres (Inglaterra) – Wembley Arena
05 de novembro – Cardiff (País de Gales) – Motorpoint Arena
07 de novembro – Birmingham (Inglaterra) – BCA
09 de novembro – Manchester (Inglaterra) – Arena
10 de novembro – Newcastle (Inglaterra) – Metro Radio Arena
12 de novembro – Glasgow (Escócia) – The Hydro SSE
14 de novembro – Dortmund (Alemanha) – Westfalenhalle
15 de novembro – Zwolle (Holanda) – IJsselhallen
17 de novembro – Madri (Espanha) – Palácio Vistalegre
18 de novembro – Barcelona (Espanha) – Palau Sant Jordi
20 de novembro – Milão (Itália) – Fórum Mediolanum
21 de novembro – Zurique (Suíça) – Halle 622
23 de novembro – Viena (Áustria) – Stadthalle
24 de novembro – Freiburg (Alemanha) – SICK-ARENA
26 de novembro – Hamburgo (Alemanha) – Barclaycard Arena
27 de novembro – Lodz (Polônia) – Atlas Arena
29 de novembro – Munique (Alemanha) – Olympiahalle
30 de novembro – Erfurt (Alemanha) – Messehalle
02 de dezembro – Berlin (Alemanha) – Mercedes-Benz Arena
03 de dezembro – Copenhagen (Dinamarca) – Royal Arena
05 de dezembro – Estocolmo (Suécia) – Hovet
06 de dezembro – Oslo (Noruega) – Spektrum
08 de dezembro – Helsinki (Finlândia) – Helsingin Jäähalli

Cartaz da turnê de Slayer, Lamb of God, Anthrax e Obituary | Imagem: divulgação
Cartaz da turnê de Slayer, Lamb of God, Anthrax e Obituary | Imagem: divulgação

Em janeiro passado, o Slayer anunciou que faria uma última turnê ao redor do mundo para agradecer aos fãs por todo seu apoio ao longo dos anos, por fazer as últimas três décadas e meia repletas de bons momentos e experiências inesquecíveis.

Tom Araya comenta sobre a despedida do Slayer

“Aos 35 anos, é hora de cobrar minha pensão. [Risos] Esta é uma mudança de carreira”, comentou Tom Araya, vocalista e baixista, à Loudwire. “Eu sou grato que estamos por aí há 35 anos, isso é muito tempo. Então, sim, para mim, é isso. Porque quando começamos, tudo foi ótimo, você é jovem e invencível. Então veio o tempo em que eu me tornei um homem de família, e foi duro ficar voando pra lá e pra cá. Agora, neste estágio, no nível em que estamos, eu posso voar para casa quando eu quiser, em dias de folga, e passar algum tempo com minha família. Isso foi algo que eu não era capaz de fazer quando [meus filhos] estavam crescendo. Agora eles são ambos mais velhos e maduros. Mas, sim, fica cada vez mais difícil voltar à estrada. 35 anos é muito tempo.”

Araya revelou, também, outro motivo que mudou um pouco sua vida em turnê: “Há coisas que aconteceram na minha vida que me fizeram mudar a maneira de tocar, como baixista. Eu fiz uma cirurgia no pescoço, então não posso mais bater cabeça. E isso era uma grande parte do que eu gostava de fazer, cantar e bater cabeça. Eu gostava de saber que era um dos headbangers durões. Isso mexeu muito comigo. Agora eu apenas balanço com a música, o que acaba sendo legal, pois acabo sentindo mais as músicas. Mais isso mudou um pouco as coisas para mim.”

A banda tem estado em turnê constante promovendo o seu mais recente álbum, “Repentless”, lançado em setembro de 2015 pela Nuclear Blast. Esse foi o primeiro lançamento da banda desde a morte do guitarrista co-fundador do Slayer, Jeff Hanneman.

Hannemann faleceu em maio de 2013, após anos batalhando contra a fasceíte necrotizante, terrível doença que contraiu com uma picada de aranha. Enquanto esteve afastado da banda, foi substituído por Gary Holt, do Exodus, que acabou se tornando membro fixo após sua morte.

Quer saber tudo sobre o “Repentless”? Confira uma entrevista com o guitarrista Kerry King, no Rockarama:
– Entrevista | O punho firme de Kerry King e o ressurgimento de um novo Slayer

Últimas notícias

SIGA O ROCKARAMA

36,532FãsCurtir
2,752SeguidoresSeguir
309SeguidoresSeguir

Leia também

Comentários

comentários