Manifesto Bar recebe Tony MacAlpine em março

Após tratamento de um câncer no intestino, guitarrista americano se apresenta pela primeira vez no Brasil

Tony MacAlpine | Foto: Michael Mesker
Tony MacAlpine | Foto: Michael Mesker

O guitarrista, tecladista, pianista, compositor e produtor americano Tony MacAlpine, 57 anos de idade, se apresentará pela primeira vez no Brasil. Os ingressos para o evento, que será realizado no dia 3 de março no Manifesto Bar, em São Paulo, já estão à venda nas bilheterias da casa e online pelo Clube do Ingresso.

Com 13 discos solo na bagagem, além de “Eyes of the World” (1990) com a banda MacAlpine e diversas participações em outros projetos, o músico chamou a atenção dos brasileiros com seus dois primeiros discos instrumentais, “Edge of Insanity” (1986) e “Maximum Security” (1987). Além destes, o bem recebido Project: Driver (1986), sob as iniciais M.A.R.S., que gravou ao lado de Tommy Aldridge, Rob Rock e Rudy Sarzo. Considerado um dos guitarristas mais criativos surgidos nos anos 1980, fase da expansão do ‘shredding’, MacAlpine também fez participações como tecladista em discos de guitarristas como Vinnie Moore e Joey Tafolla.

Unindo elementos de heavy metal, fusion, neoclássico, progressivo e hard rock, MacAlpine atualmente promove o álbum “Death of Roses”, o primeiro após a dura batalha contra o câncer de intestino. O material foi gravado ao lado do baterista húngaro Gergő Borlai​ (Scott Henderson, Gary Willis, Hiram Bullock) e do baixista Pete Griffin (Generation Axe Tour​, Giraffe Tongue Orchestra​, Zappa Plays Zappa), que já o acompanhado em “Concrete Gardens”, trabalho que contou com a presença de Aquiles Priester (W.A.S.P., Hangar, About2Crash, Noturnall, ex-Angra, e outros).

“Quando estava doente e em tratamento, me vi incapaza de tocar por causa de tremores em minhas mãos e nos braços”, declarou Tony MacAlpine. “Porém, as sementes deste álbum foram plantadas durante minha recuperação, quando comecei a construir as composições em minha mente. Felizmente, com a cura e a prática, minhas habilidades voltaram”, acrescentou.

“Death of Roses” foi mixado pelo produtor e engenheiro de som brasileiro radicado em Los Angeles, Adair Daufembach, e masterizado por Seva David Ball. “Adair e Seva fizeram um grande trabalho em ‘Concrete Gardens’, e repetiram isso em ‘Death of Roses'”, analisou o guitarrista, que segue em busca de descobrir novas formas de se expressar através da música. “Tenho lançado músicas durante as três últimas décadas e, à luz da minha recuperação de problemas de saúde recentes, sinto-me reenergizado. Eu tenho muito mais a dizer como músico, e espero que mais pessoas se juntem a mim nesta jornada”, concluiu.

O Manifesto Bar fica na rua Iguatemi, 36, no bairro do Itaim Bibi, em São Paulo. Fone: (11) 3168-9595. Aceita cartões: Visa, Mastercard e Dinners / Débito (Visa Electron, Maestro, Rede Shop). Censura: 16 anos. Possui acesso a deficientes, ar condicionado, wi-fi e valet service na porta (R$ 20). Ingressos online disponíveis.

Cartaz Tony MacAlpine
Banner DreamHost

Últimas notícias

SIGA O ROCKARAMA

36,086FãsCurtir
395SeguidoresSeguir
220SeguidoresSeguir

Leia também

Comentários

comentários