25ª Bienal Internacional do Livro de São Paulo já conta com 70% de suas áreas comerciais vendidas

Microsoft Brasil é a nova patrocinadora desta edição e responsável pelo espaço educacional

25ª Bienal Internacional do Livro de São Paulo acontece de 3 a 12 de agosto no Pavilhão de Exposições do Anhembi | Imagem: divulgação
25ª Bienal Internacional do Livro de São Paulo acontece de 3 a 12 de agosto no Pavilhão de Exposições do Anhembi | Imagem: divulgação

A 25ª edição da Bienal Internacional do Livro de São Paulo, realizada pela Câmara Brasileira do Livro (CBL), que acontecerá entre os dias 3 e 12 de agosto de 2018 no Pavilhão de Exposições do Anhembi, já conta com 70% de suas áreas de exposição vendidas oito meses antes de sua realização.

Em sua última edição, em 2016, a Bienal Internacional do Livro de SP gerou aumento de 8% na movimentação de negócios, em relação à edição anterior. Em pesquisa encomendada pela CBL, realizada durante o evento, 78% dos expositores demonstraram interesse em participar do evento novamente e 69% dos visitantes têm intenção de retornar ao evento em 2018.

Além disso, detectamos que os expositores consideram a Bienal do Livro uma oportunidade importante para promover a marca e realizar campanha institucional (77%), lançar novos produtos e serviços (47%), realizar grande volume de vendas (59%) e buscar novos fornecedores e parceiros (49%).

“A Bienal Internacional do Livro de São Paulo continua despertando grande interesse dos players do mercado editorial e dos leitores. Por isso, o evento é um ponto de encontro para negócios, cultura, educação, diversão e novas experiências”, afirma Luís Antonio Torelli, presidente da Câmara Brasileira do Livro.

E falando em experiência, esse ano será em proporções ainda melhores já que os editores terão a opção de adquirir seus estandes por setorização, o que guiará o visitante pelos principais temas de seus interesses, tanto para o encontro com as editoras e autores, como para os espaços culturais.

O sistema para escolha das áreas dos expositores segue o mesmo modelo dos anos anteriores, dos maiores espaços adquiridos para os menores. Este ano será realizado nos dias 6 e 7 de março.

“Estamos cada vez mais integrados aos agentes do mercado editorial e isso tem feito com que a Bienal do Livro de São Paulo fique a cada edição mais forte na conexão entre editoras e leitores. Para 2018 vamos entregar um evento ainda mais completo, atuando em diversas experiências que os livros podem proporcionar ao público”, explica Gustavo Binardi, diretor da Reed Exhibitions Alcantara Machado, organizadora da Bienal do Livro de São Paulo.

Grandes empresas já estão na lista de patrocinadores do evento. A Microsoft Brasil é a patrocinadora Master, pela primeira vez na Bienal do Livro. A empresa chega para enriquecer e surpreender com um espaço para professores e alunos no setor educacional.

“A Microsoft assumiu o compromisso de apoio à jornada de educação e empreendedorismo e, na Bienal do Livro, teremos uma grande oportunidade de mostrar como a tecnologia pode trazer experiências inovadoras que transformam a prática de ensino e aprendizado. Também vamos estimular o contato dos visitantes com as áreas de ciência, tecnologia, engenharia e matemática (STEM), frentes que acreditamos serem fundamentais para preparar os estudantes para a nova dinâmica do mercado de trabalho”, afirma Antonio Moraes, diretor de educação da Microsoft Brasil.

O Itaú Cultural que é um grande incentivador da leitura no País também está confirmado na lista de patrocinadores da 25ª Bienal Internacional do Livro de São Paulo.

Marcas importantes como BIC, Suzano Papel e Celulose e Lupo também já garantiram a presença no maior evento literário do Brasil renovando suas participações como patrocinadoras. Além disso, o SESC repete a parceria bem-sucedida e assina a programação cultural do Salão de Ideias.

A 25ª edição da Bienal Internacional do Livro de São Paulo já começou a ser vivenciada pelo mercado editorial. Editoras como Ciranda Cultural, Companhia das Letras, Harper Collins, Melhoramentos, Moderna, Record e Sextante são algumas das empresas que já confirmaram a participação no evento.

“Será muito importante e gratificante para nós, da Editora Moderna, participar da 25ª Bienal Internacional do Livro de São Paulo. Além de um dos maiores eventos culturais do país, é uma grande oportunidade de gerar interação com os nossos autores e de manter um contato mais próximo com o público-leitor, que poderá conhecer melhor as nossas obras”, destaca Ângelo Xavier, diretor geral de Educação da Editora Moderna, Grupo Santillana/Brasil.

“A Editora Melhoramentos tem muito a comemorar em 2018 e, entendemos que a Bienal é o espaço ideal para comemorar tantas vitórias, junto ao público e à crítica, e compartilhar da alegria em torno e em favor do Livro e da Leitura”, conta Alfredo Weiszflog, presidente do Conselho de Administração da Melhoramentos.

Os valores dos ingressos permanecem sem reajuste em relação à edição 2016, sexta, sábado e domingo – R$ 25,00 (valor inteiro), segunda à quinta – R$ 20,00 (valor inteiro).
Em breve mais informações sobre a programação, ingressos e credenciamento no site: www.bienaldolivrosp.com.br/.

Serviço
25ª Bienal Internacional do Livro de São Paulo
3 a 12 de agosto de 2018
Pavilhão de Exposições do Anhembi
Av. Olavo Fontoura, 1.209 – Santana
02012-021 São Paulo – SP
www.bienaldolivrosp.com.br

Sioux 66 banner

Últimas notícias

SIGA O ROCKARAMA

36,212FãsCurtir
4,373SeguidoresSeguir
309SeguidoresSeguir

Leia também

Comentários

comentários